Cuidados a ter com apps de trading online

A facilidade de acesso aos mercados por parte dos pequenos investidores tem vindo a aumentar mas há cuidados dos quais não deve abdicar. Neste artigo explicamos tudo.

 

Investimento acessível a todos

Nos últimos anos tem surgido um vasto leque de aplicações (apps) para smartphone cujo objetivo é proporcionar, aos investidores particulares, acesso facilitado aos mercados. Este aspeto por si só poderia ser benéfico pois permite que qualquer pessoa, mesmo com pouco capital, possa investir em produtos que no passado apenas estavam disponíveis para investidores institucionais ou com um poder de investimento superior. Infelizmente a verdade é que este acesso facilitado aos mercados está longe de estar isento de riscos.

Diversos problemas podem surgir quando se trata de aplicar poupanças em produtos complexos cujo conhecimento por parte da maioria dos investidores particulares possa ser muito limitado. Por outro lado, mesmo conhecendo os produtos, as ferramentas para uma análise cuidada e ponderada, podem não estar acessíveis a uma grande parte dos investidores.

 

Conhecer os produtos

Um dos principais problemas das apps de trading que facilitam o investimento em produtos financeiros complexos é precisamente a lacuna de conhecimento que pode existir nos investidores. Não compreender na totalidade o funcionamento de um determinado produto deve constituir de imediato um alerta para que se mantenha afastado deste, mesmo que seja para aplicar apenas uma pequena parte das suas poupanças. Por este motivo as instituições financeiras tradicionais dispõem de um questionário para determinar o perfil de cada investidor, permitindo aos gestores de conta apresentarem apenas produtos compatíveis com o mesmo. Este cuidado habitualmente não é tido com as entidades que promovem este tipo de aplicação, já que o seu objetivo é massificar o acesso aos mercados, passando totalmente para o investidor a responsabilidade de verificar quais os produtos adequados a si ou não, tal como os riscos envolvidos. Se por um lado uma grande parte dos investidores até pode estar à vontade com o conceito de “ação de uma empresa”, por outro pode não compreender o mercado de opções, criptomoedas, cambial, entre outros. No entanto todos estes poderão estar disponíveis na aplicação, a um clique de distância de começar a investir nos mesmos.

 

Fundamentar os investimentos

Mesmo que o investidor conheça em detalhe o que são e como funcionam os produtos financeiros disponibilizados nestas apps de trading, outro problema pode surgir: tem o investidor meios para tomar uma decisão fundamentada?

Além de conhecer na totalidade o produto em que está a investir, este é outro pilar fundamental para aumentar as probabilidades de fazer um investimento de sucesso. Uma decisão de investimento deve ser devidamente ponderada e estudada para que não se revele um investimento catastrófico. O recente caso com a GameStop demonstrou como é fácil um grupo grande de investidores investir numa ação com base apenas numa euforia instalada e sem nenhum fundamento técnico. Este tipo de abordagem pode, num curto espaço de tempo proporcionar ganhos avultados, mas a médio/longo prazo é habitualmente prejudicial. Um investimento de sucesso deve sempre ser devidamente ponderado e alheado do ruído existente no mercado. Negociar com base em notícias, capas de revistas, publicações em redes sociais, artigos em blogs, entre outros deve ser totalmente evitado!

 

Conclusão

Se as apps de trading nos mercados financeiros constituem uma mais valia para os pequenos investidores ao permitirem o acesso facilitado a um vasto leque de produtos financeiros, a verdade é que podem conter alguns perigos escondidos.

Habitualmente estas apps de trading não controlam que produtos apresentar a cada investidor de acordo com o seu perfil e conhecimento dos mercados. Assim, torna-se extremamente importante que o investidor tenha noção e faça esse filtro. Estas apps de trading permitem muitas vezes o acesso a aplicações financeiras complexas, com elevada volatilidade, aceitando ainda investimentos alavancados, o que no conjunto pode constituir os ingredientes perfeitos para fazer desaparecer uma parte significativa do capital do investidor num estalar de dedos.

Por outro lado, a facilidade de acesso aos mercados pode estimular a ausência de uma análise mais cuidada do investimento em si. É uma boa altura para comprar este ativo? Quais as perspetivas de valorização? Estas são perguntas que o investidor deve saber responder e justificar detalhadamente antes de aplicar num produto financeiros as poupanças que tanto lhe custaram a auferir.

Artigo publicado in Optimize