Dicas para atingir a independência financeira

Parece um sonho impossível para alguns, mas a verdade é que com um cuidadoso planeamento é possível atingir a independência financeira e reformar-se mais cedo do que espera. Neste artigo explicamos como.

 

A Independência Financeira / FIRE

A sigla FIRE significa “Financial Independence, Retire Early” o que em português se traduz em “independência financeira, reforma antecipada”.

 

A independência financeira verifica-se na situação em que os rendimentos obtidos de forma passiva são suficientes para uma pessoa fazer face às suas despesas mensais, deixando assim de estar dependente do seu trabalho a tempo inteiro. Ao atingir a independência financeira pode deixar de trabalhar conseguindo sustentar o seu nível de vida atual.

 

Quem nunca pensou em deixar de trabalhar? Por isso mesmo este objetivo reúne grande interesse por parte das pessoas, apesar de por vezes ser desvalorizado por parecer uma utopia.

 

Poupar para mais tarde

Uma condição fundamental para quem pretende reformar-se antecipadamente é ter uma rotina de poupança rigorosa. Para nalgum momento da sua vida deixar de depender do seu trabalho para viver, necessita de constituir uma poupança significativa. Essa poupança permitirá criar fontes de rendimento passivo e sustentar o seu nível de vida nos anos em que não estiver a trabalhar.

 

Para conseguir poupar de forma eficaz deverá adotar um nível de vida abaixo das suas possibilidades. Isto significa que não deve gastar todo, ou quase todo, o rendimento que aufere mensalmente, havendo assim margem para uma poupança significativa.

 

Por outro lado, deve permanentemente estar atento a oportunidades de diminuir os seus encargos mensais. Aspetos como renegociar o contrato de telecomunicações e outros serviços e comparar preços de bens que adquire com frequência são exemplos de oportunidades de poupança que passam muitas vezes despercebidas.

 

Começar cedo a investir

Outra condição complementar da poupança e tão necessária como esta, consiste em começar a investir desde cedo. Apenas desta forma a sua poupança poderá aumentar a um ritmo mais elevado ao mesmo tempo que vai criando fontes de rendimento passivo.

 

Sendo este um projeto normalmente a longo prazo, uma das melhores formas de extrair o máximo retorno das suas poupanças é através de investimentos nos mercados financeiros. Produtos mais tradicionais de poupança como depósitos a prazo ou certificados do tesouro poderão proporcionar rendimentos demasiado modestos para tornar viável o seu objetivo. Assim, não deve abdicar dos rendimentos que os mercados podem proporcionar e começar cedo a aplicar nestes as suas poupanças.

 

Fundos de Investimento

Para investidores particulares uma das melhores formas de rentabilizar as poupanças nos mercados é através de fundos de investimento. Concretamente através de fundos diversificados é possível investir de uma forma global e contar com a experiência de uma equipa de gestão atenta às melhores oportunidades no mercado. O fundo português Optimize Investimento Activo, premiado pela Morningstar por 3 vezes nos últimos anos, é um exemplo de aplicação que permite que o investidor coloque o seu dinheiro a trabalhar para si de forma passiva. Não necessita de acompanhar em permanência os mercados, estar atento a notícias e novas oportunidades de investimento, pois beneficiará de uma equipa inteira responsável por isso a trabalhar para si.

 

Outra alternativa para investir nos mercados com a vantagem de potenciar a sua poupança através dos benefícios fiscais é subscrever um PPR da gama Optimize. Estes PPR são sob a forma de fundo de investimento, pelo que, aliam excelentes rentabilidades a benefícios fiscais sem paralelo noutros produtos de poupança.

 

Quanto tempo é necessário?

A resposta a esta questão depende do rácio entre o nível de vida que pretende usufruir no futuro e a sua capacidade de poupança até lá. Se procura um estilo de vida com despesas elevadas, mas consegue poupar pouco atualmente por mês, então necessitará de mais tempo para juntar o património e rendimento passivo necessários. Por outro lado, se estiver disposto a um estilo de vida mais modesto e conseguir uma poupança mensal significativa atualmente, então o tempo necessário para atingir a independência financeira deverá ser mais reduzido.

 

Com este objetivo em mente muitas pessoas optam por um estilo de vida minimalista, com apenas gastos essenciais conseguindo assim reduzir drasticamente o tempo necessário para atingir esta meta. Por outro lado, haverá algumas privações de que outras pessoas não estarão na disponibilidade de fazer, pelo que, este aspeto é inteiramente subjetivo, dependendo de pessoa para pessoa. A ponto importante a reter é que o tempo necessário e, em última análise a viabilidade de conseguir atingir a independência financeira, dependem largamente do rácio entre o nível de vida que pretende usufruir no futuro e a sua capacidade de poupança atual.

Artigo publicado in Optimize