Investimentos para aplicar as poupanças em 2021?

Com o novo ano muitas famílias procuram novas formas de investimento para as suas poupanças com vista a rentabilizar as mesmas e preparar um futuro incerto. Neste artigo damos algumas sugestões de investimento.

 

Os depósitos a prazo são opção?

Com as extraordinariamente baixas taxas de juro oferecidas pelos depósitos a prazo muitos investidores particulares colocam esta dúvida. Na verdade, o rendimento oferecido atualmente por estes produtos de poupança nunca foi tão baixo, não compensando sequer a taxa de inflação. Por este motivo é difícil justificar o investimento num produto deste tipo em 2021. Mesmo para investidores muito conservadores que pretendam acima de tudo preservar o seu capital, existem opções alternativas com pouco risco.

De qualquer forma os depósitos a prazo são dos produtos mais populares entre os investidores portugueses e são muitas vezes preferidos em relação a outras opções. Apesar dos rendimentos baixos, em última análise, cada pessoa deve apenas investir em produtos que compreende totalmente e com os quais se sente segura e confortável.

 

Certificados de aforro e do tesouro

Os certificados de aforro e do tesouro surgem frequentemente como alternativa aos depósitos a prazo. Apesar destes não usufruírem do fundo de garantia dos depósitos e não serem totalmente isentos de risco, a verdade é que acabam por ser uma alternativa viável aos depósitos a prazo para investidores que não pretendam nenhum outro tipo de investimento. As taxas superiores que os certificados oferecem, que conseguem habitualmente, compensar a inflação, fazem destes produtos uma alternativa válida a considerar para 2021 em detrimento dos depósitos a prazo. Como a oferta destes produtos vai mudando ao longo do tempo, o melhor é verificar no respetivo site as taxas de rentabilidade atuais dos certificados de aforro e certificados do tesouro.

 

Investir em ações e obrigações

Além dos bancos tradicionais que permitem a transação direta deste tipo de ativos, recentemente têm surgido um conjunto de plataformas online que tornaram mais fácil a transação de ações de empresas de todo o mundo. No entanto, é necessário ter em conta que este tipo de investimento para ser realizado de forma ponderada carece de um estudo e análise aprofundada. Investir em ações ou obrigações com base em notícias ou num estudo superficial pode ser catastrófico. Lembre-se que mesmo para profissionais que passam a sua vida a analisar os mercados é difícil escolher este tipo de investimentos.

Apesar do exposto acima a verdade é que é no mercado acionista e obrigacionista que se podem obter retornos superiores aos tradicionais produtos de investimento. Posto isto, qual a forma de investir nestes mercados de forma ponderada e com maior probabilidade de sucesso em 2021?

 

Fundos de investimento

O investimento em fundos é uma das melhores opções para quem pretende exposição aos mercados financeiros com a segurança de ter uma equipa de profissionais a selecionar os melhores investimentos. Estes são escolhidos de acordo com um determinado nível de risco e volatilidade conhecidos inicialmente. Desta forma, o investidor particular pode usufruir dos retornos potenciais do investimento em ações e obrigações sem ter de realizar um estudo prévio das empresas nem estar preocupado com um acompanhamento diário das suas posições.

A grande diversidade de fundos de investimento permite que possa haver uma solução adequada para praticamente qualquer tipo de investidor. No caso da Optimize, existe a opção de fundos para investidores mais conservadores como o Optimize Obrigações composto no mínimo por 80% de obrigações, o que lhe confere uma volatilidade e risco menores. Por outro lado, um investidor que procure maior rendimento tem disponível, por exemplo, o Optimize Investimento Activo que pode deter até 100% de ações, o que permite um potencial de rendimento superior.

 

Plano Poupança Reforma

Se ainda não tem um plano poupança reforma provavelmente está na hora de constituir um. Os seus benefícios fiscais e rentabilidades competitivas fazem deste produto de poupança uma excelente opção de investimento para este ano. O caráter de longo prazo habitualmente associado a este tipo de produtos tornam-no ainda interessante para quem deseja constituir uma poupança para o futuro, nomeadamente para ser usufruída na idade da reforma. Quanto mais cedo da vida ativa um investidor escolher um PPR para subscrever e começar a reforçar anualmente, maior é o efeito acumulado dos benefícios fiscais e juros obtidos.

 

Conclusão

Neste artigo abordámos algumas opções de investimento que carecem da análise de cada investidor individualmente. Aquilo que é um produto adequado ao perfil de risco de uma pessoa, pode não o ser para outra. Do lado dos produtos de risco muito baixo, foram referidos os depósitos a prazo e certificados de aforro e do tesouro que atualmente são também os que proporcionam os rendimentos mais modestos. Para investidores que procurem extrair uma maior rentabilidade das suas poupanças, foi abordada a opção das ações, obrigações e fundos de investimento ainda que as primeiras duas apresentem a desvantagem de exigirem um estudo prévio e acompanhamento constante das posições abertas. Por fim, foram referidos os planos poupança reforma que se se caraterizam por oferecer um conjunto de benefícios fiscais, bem como taxas de rentabilidade competitivas, podendo ser uma excelente opção para aplicar o seu capital em 2021.

Artigo publicado in Optimize