PPR Europeu - Desafios e oportunidades

Os novos desafios demográficos tornam a poupança para a reforma cada vez mais importante. O PPR Europeu criado pela União Europeia constitui uma nova oportunidade dos cidadãos europeus poderem preparar a sua reforma.

 

Poupar para a reforma

Iniciar uma poupança para a reforma o mais cedo possível da vida ativa é dos aspetos mais importantes para que tenha uma reforma estável financeiramente. De acordo com dados da Autoridade Europeia dos Seguros e Pensões, apenas 27% dos europeus entre os 25 e os 59 anos possuem um produto de poupança reforma. Esta é uma percentagem manifestamente baixa e que reflete a falta de sensibilização no geral da população para a necessidade de constituir uma poupança para colmatar a falta de rendimento proveniente do trabalho, quando atingir a reforma.

 

Esta situação torna-se mais relevante atendendo ao facto de o aumento da esperança média de vida ter vindo a colocar uma pressão acrescida nos sistemas de gestão de pensões estatais. Estes possuem uma dificuldade crescente em proporcionar um rendimento aos reformados que os permitam manter o mesmo estilo de vida que usufruíam durante a vida ativa.

 

Plano Poupança Reforma Europeu

O surgimento do PEPP (pan-european personal pension product) ou PPR Europeu é um novo produto de poupança criado pelo Parlamento Europeu com o objetivo de fomentar a poupança para a reforma dos cidadãos dos Estados-membros. Este produto pretende ser um complemento às soluções de PPR já existentes em cada país proporcionando benefícios fiscais semelhantes.

 

O PPR Europeu irá disponibilizar 6 opções de investimento de acordo com diversos perfis de investimento, sendo que é possível trocar entre eles sem custos, de 5 em 5 anos. Desta forma existe uma flexibilidade que permite comportar diferentes objetivos ao longo da vida. Também será possível transferir o PPR Europeu de entidade, de 5 em 5 anos, possibilitando assim que o investidor procure em permanência qual a entidade que lhe oferece melhores condições.

 

Um dos fatores distintivos deste produto de poupança reforma europeu é o facto do cidadão poder mudar de residência para outro Estado-membro e mesmo assim continuar a contribuir para o seu PPR com as mesmas condições. Esta flexibilidade reforça o direito de cada cidadão da União Europeia poder viver e trabalhar num Estado-membro qualquer.

 

Este produto de poupança, harmonizado entre os diversos Estados-membros, pretende dar resposta a uma tendência de movimentação da população verificada principalmente entre as gerações mais jovens. Assim, qualquer cidadão da União Europeia pode trabalhar livremente nos diversos países e possuir um plano de poupança reforma a nível europeu para o qual vai contribuindo ao longo da sua vida ativa, quer esta seja passada no seu país de origem ou não.

 

Outro aspeto importante a ter em conta será que estes produtos deverão ter uma estrutura de custos reduzida e transparente e, no geral, tratarem-se de produtos de simples compreensão por parte de qualquer pessoa. Desta forma este produto poderá constituir uma opção de investimento para qualquer cidadão independentemente do seu grau de conhecimentos financeiros e perfil de investidor.

 

Conclusão

A sensibilização da população no geral para a importância de constituir atempadamente uma poupança para a reforma é cada vez mais importante. O aumento da esperança média de vida origina a que o número de anos em que os cidadãos não dependem do rendimento do trabalho para viver, é maior.

 

A criação do PPR Europeu pretende disponibilizar um produto com caraterísticas uniformizadas nos Estados-membros que permita a uma população que se movimenta cada vez mais entre os países, usufruir de um plano poupança reforma independente do seu país de origem.

 

Por fim, o caráter de longo prazo dos produtos PPR aliado aos baixos custos, deverá proporcionar rentabilidades superiores a produtos como os depósitos a prazo que nos próximos anos se estima que não consigam sequer compensar o efeito da inflação.

Artigo publicado in Optimize